• Facebook Clean
  • Instagram Clean

Rua Bento de Andrade, 103, Jardim Paulista - São Paulo 

(11) 97675-5057

Registo no Crefito -3 
9377/SP

© 2017 Clínica Raquel Castanharo. Todos os direitos reservados.

Nascidos para correr


A grande incidência de lesões em praticantes de corrida de rua às vezes leva algumas pessoas a pensarem se o corpo humano foi realmente feito para correr.

 

Daniel Lieberman, professor da Universidade de Harvard, vem mostrando em termos evolutivos que nós humanos somos sim seres corredores. Seus trabalhos ganharam popularidade com o livro Nascido para Correr, do americano Chris McDougall. Nele estão relatados alguns dos motivos que levam o cientista a concluir que somos uma espécie construída para correr.

 

Em uma entrevista, Lieberman aponta as ferramentas das quais o corpo é dotado, dos pés a cabeça, que nos tornam bons corredores:

 

 - Dedos dos pés pequenos: dedos muito grandes não têm influência negativa na caminhada, mas na corrida sim. Dedos longos se quebrariam na corrida devido ao giro do corpo sobre eles. 

 

 - Arco do pé: o pé possui uma elevação em sua parte interna que funciona como uma mola, armazenando e devolvendo energia para o corpo. Na caminhada essa armazenagem de energia é pequena, porém na corrida 17% da energia do impacto do corpo com o solo é armazenada por essa mola natural e devolvida ao movimento no momento da impulsão.

 

 - Tendão de Aquiles: o tendão da panturrilha também funciona como uma mola para a corrida, sendo considerado a maior mola do corpo. Ele é capaz de devolver 35% da energia do impacto com o solo. Na aterrissagem do pé essa mola é estirada e na fase de impulsão ela devolve a energia. É energia gratuita para a corrida.

 

 - Glúteos desenvolvidos: na corrida uma das funções do músculo glúteo máximo é controlar a tendência de queda do tronco para frente. Esse músculo é muito desenvolvido nos humanos e em contrapartida é pouco desenvolvido em animais que não correm.

 

 - Ligamento nucal: essa estrutura que estabiliza a cabeça contra os movimentos bruscos da corrida só aparece evolutivamente em animais corredores, e nós humanos a possuímos.

 

Um bom padrão de movimento de corrida é aquele que permite a utilização dessas ferramentas naturais do corpo. Então, se preocupe menos com o tipo de tênis ou roupas de compressão e usufrua mais do que a natureza já te deu. 

 

Texto publicado originalmente em minha coluna do Eu Atleta.

 

Fotografia original por: COD Newsroom Creative Commons.

 

 

Please reload

Posts Recentes
Please reload

Tratamento de corredores
Siga-nos
  • Facebook Basic Square
  • Instagram Social Icon